METODOLOGIAS DE ESTUDO DO MEIO SOCIAL

PROGRAMA

2006 / 2007  

CURSOS: Professores do Ensino Básico dos 1º e 2º ciclos

2º Ano/Semestral

 

 

INTRODUÇÃO

 

O facto de a criança, ao entrar para a escola, ser já portadora de conhecimentos, competências, valores e atitudes adquiridos e desenvolvidos no seu meio físico e social e, ao mesmo tempo, ser já agente transformador desse mesmo meio, revela a importância da área de Estudo do Meio, desde o 1º momento de escolaridade. Assim, o meio físico e social envolvente à criança deve constituir o quadro de fundo no qual e a partir do qual é possível fundamentar as actividades escolares no primeiro ciclo.

O programa de Estudo do Meio reúne um conjunto de temáticas de interesse actual a partir das quais é possível sempre levantar novas questões e organizar actividades para lhes dar resposta. Aqueles temas reflectidos na realidade envolvente permitem abordagens curriculares inovadoras no que diz respeito aos conteúdos, às estratégias e aos recursos. Permitem, igualmente, o desenvolvimento de perspectivas integradas tocando as diversas áreas curriculares e abrangendo as novas propostas da revisão curricular: Área de Projecto, Educação Cívica, Estudo Acompanhado.  Educação para a Cidadania entre outras formações transdisciplinares.

Por tudo isto, importa que o professor reflicta sobre o enorme potencial da área de Estudo do Meio na educação das crianças do 1º ciclo, conceba e implemente metodologias que permitam tirar o máximo proveito da realidade envolvente à criança como fonte de recursos e espaço de experimentação facilitadores do seu desenvolvimento cognitivo e socio-afectivo.

 

 

OBJECTIVOS

 

1. Promover atitudes e competências para a organização e gestão do programa de Estudo Meio em função dos contextos educativos e das necessidades da diversidade dos alunos.

 

2. Proporcionar saberes e promover competências para a planificação de actividades curriculares interdisciplinares, integradas e transversais do 1º ciclo tendo como referência temas/tópicos de Estudo do Meio.

 

3. Promover perspectivas críticas de gestão do currículo valorizando a diversidade dos alunos, as suas realidades e a promoção de mais e melhores oportunidades de aprendizagem para todos.

 

4. Sensibilizar para perspectivas curriculares orientadas para a aquisição de competências sociais essenciais e para a educação para a cidadania.

 

5. Favorecer a articulação dinâmica da disciplina de Metodologias das Ciências Sociais com a Prática Pedagógica.

 

 

METODOLOGIAS

 

O programa proposto, embora sugerindo uma organização e uma sequência na sua abordagem, deve ser entendido como flexível e, portanto, adaptável às características das turmas. A concretização dos seus objectivos exige o recurso a metodologias activas, mobilizando alunos e professor, em contextos diversificados - sala de aula, meio envolvente à ESE, escola onde decorre a prática e meio próximo, museus, exposições, bibliotecas, centros de recursos, etc. e modalidades de intervenção e recursos variados.  Assim, prevê-se o recurso entre outras, às seguintes metodologias específicas:

- Análise do programa de EM tendo em vista a concepção de modelos variados de abordagem e sua partilha na aula;

- Pesquisa teórica de fundamentação a actividades de EM adequadas a crianças do 1º ciclo;

- Elaboração de propostas de exploração educativa de recursos diversificados: audiovisuais, documentação escrita, recursos humanos e materiais do meio, etc. - e sua apresentação e análise;

- Desenvolvimento de trabalhos de planificação de actividades para implementação no contexto da Prática Pedagógica.

- Análise crítica e discussão de propostas de actividades desenvolvidas pelos alunos.

 

CONTEÚDOS

 

1. A disciplina de Metodologia de Ensino das Ciências Sociais

1.1.    Sua definição e contextualização no plano curricular do curso de formação de professores do 1º ciclo.

1.2.    O perfil de desempenho de professores do 1º ciclo: implicações para a gestão integrada, interdisciplinar e transversal do currículo do 1º ciclo.

1.3. A gestão do programa de Estudo do Meio no contexto do currículo do 1º ciclo: saberes e competência docentes para a gestão do programa de EM.

 

2.          Caracterização da disciplina de Estudo do Meio no Ensino Básico

2.1.    Saberes e competências a desenvolver através do programa de Estudo do Meio

2.2.    O programa de Estudo do Meio (EM) no contexto da Revisão Curricular do ensino básico: contributos para o desenvolvimento das competências essenciais. 

2.3.     Orientações metodológicas fundamentais para a gestão do programa de EM.

2.4. O programa de Estudo do Meio: articulação vertical e horizontal dos blocos temáticos; os contributos das ciências sociais; a natureza interdisciplinar e integradora dos temas.

 

3. Planificação, implementação e avaliação em EM

3.1. Pressupostos teóricos e técnicos para a planificação de actividades e projectos em EM.

3.2. Trabalhos práticos de concepção de planificações para EM a partir de materiais, de locais e situações.

3.3. Os temas/tópicos/conteúdos/conceitos de EM.

·        Integração, interdisciplinaridade e transversalidade

·        Desenvolvimento de conceitos (tempo, espaço, ...)

3.4. Os recursos na gestão do programa de EM

Selecção, elaboração e utilização de recursos para actividades de EM:

· recursos humanos e materiais no meio e visitas de estudo;

· internet

· audiovisuais - videogramas, posters, fotografias;

· material escrito - manuais, jornais, revistas, histórias;

· elaboração de materiais.

3.5. A avaliação na gestão e implementação do programa de EM: os momentos, as modalidades, os meios e técnicas, a utilidade.

 

4. Estudo do Meio e Educação para Direitos Humanos  e para a Cidadania

4.1. Contributos do Estudo do Meio para o desenvolvimento de competências sociais e para o exercício da cidadania.

4.2. Gestão do programa para a cidadania e para a diversidade.

Educação multicultural e anti-racista: conceitos fundamentais; gestão do programa 

em perspectiva multicultural; planificação de actividades, elaboração, selecção e utilização de materiais para a educação multicultural.

 

AVALIAÇÃO

 

Participação nas sessões,

Elaboração de trabalhos individuais e de grupo;

Teste escrito/Trabalho individual (trabalhadores estudantes).