PÁGINA PRINCIPAL

alfredodias@sapo.pt

mjhortas@sapo.pt

 

Tema: A União Europeia

Objectivos Gerais:  

1. Compreender a evolução da União Europeia.

2. Estabelecer uma comparação entre Portugal e o Luxemburgo no quadro da União Europeia.

 

Objectivos Específicos:

 

A

- Identificar as fases de evolução da União Europeia

 

B

- Compreender algumas das características do funcionamento da U.E.

 

C

- Comparar Portugal e o Luxemburgo a nível económico e social no quadro da U.E.

 

Conteúdos:

 

A

- Os países que compõem a U.E. (Lux. e Portugal)

 

B

- O modelo da U.E.:

livre circulação

moeda única

participação nos órgãos do poder local

cidadania europeia

 

C

- Luxemburgo e Portugal no contexto da U.E.

  • área

  • população absoluta

  • densidade populacional

  • população urbana

  • taxa de natalidade

  • taxa de mortalidade

  • taxa de mortalidade infantil

  • esperança média de vida

  • índice de fecundidade

  • taxa de analfabetismo

  • relação professor aluno

  • nº de médicos/hab.

  • nº de TV/hab.

  • nº telefones/hab.

 

 

 

Estratégias / Actividades:

 

A

- Construção de um mapa cronológico da U.E.

 

B

- Exposição oral

- Aplicar um questionário “Quantos quilos de europeísmo transporto?”

 

C

- Análise de um quadro estatístico  comparativo entre o Luxemburgo, Portugal e a U.E.

- Construção de fichas de trabalho

 

 

Recursos:

 

- Mapa da U.E.

 

- Questionário

(construir um questionário dirigido aos alunos)

 

- Ficha de trabalho (Ficha 7)

 

 

 

Sugestões dos Grupos de Trabalho

 

Þ   Na abordagem deste item é importante a definição de conceitos a nível demográfico, potencializando esta abordagem para um enriquecimento do vocabulário dos alunos no âmbito da língua portuguesa.

 

Þ   Os objectivos apresentados deviam ser enquadrados numa visão histórica, retrospectiva, que permitissem conduzir a abordagem da temática no sentido de uma compreensão dos factores inerentes a uma Europa actual com diferentes níveis de desenvolvimento económico e social.

 

Þ   Os indicadores sugeridos para desenvolver o trabalho de grupo podiam ser enriquecidos com outros igualmente importantes: número de pessoas com casa própria; endividamento das famílias...

 

Þ   Estratégias propostas:

1 – Realização de uma visita de estudo ao Parlamento Europeu.

2 – Exploração de documentos informativos sobre a União Europeia.

3 – Simulação de um debate parlamentar sobre o alargamento da União ao Leste.

4 – Divisão da turma em dois grupos de trabalho: o grupo de Portugal e o grupo do Luxemburgo.

O desenvolvimento deste trabalho de grupo implicaria a recolha de informação em diferentes fontes, a realização de visitas de estudo por exemplo à Câmara de Deputados, à Assembleia da Republica.

Após toda a fase de investigação e construção do trabalho realizar-se-ia uma semana cultural Portugal/Luxemburgo, que podia ser enriquecida com actividades desportivas (um jogo de futebol Portugal/Luxemburgo).

Este tipo de trabalho pelas suas características facilita a formação no espírito da cidadania europeia, assim como da educação para os valores.

5 – Construção dum puzzle com os países europeus, desenvolvendo o sentido de localização da Europa no mundo e dos países europeus no respectivo continente. Partindo da identificação e localização do continente europeu, os alunos vão localizar o seu país de origem, descobrir os países com os quais este faz fronteira de modo a construírem o mapa da Europa.

6 – Antes de iniciar a temática fazer uma abordagem no sentido de esclarecer da necessidade de construir uma comunidade. Esta abordagem pode ser feita a partir da exploração de videogramas; da exploração de mapas com as alterações das fronteiras da Europa ao longo do século XX.

7 – Construção de um friso cronológico da União europeia, indicando os países aderentes em cada momento, a respectiva bandeira, a capital e uma história significativa de cada país.

8 – Construção de um mapa com os diferentes momentos de adesão dos países à actual União Europeia.

9 – “Chuva de Ideias” sobre as vantagens da adesão à União Europeia.

Os alunos vão indicando palavras que para eles significam uma vantagem de pertencer à União e ao mesmo tempo vão justificando a sua opinião. No final o professor terá registado no quadro todas as palavras que simbolizam as vantagens de pertencer à União Europeia, podendo a partir daí continuar um debate.

10 – “Jogo do Chapéu” em torno da questão “Eu gosto de viver na Europa porque?”

Os alunos individualmente vão responder à questão numa frase curta que de seguida colocam dentro de um chapéu. Depois de todos terem depositado a sua frase no chapéu, cada um vai retirar um dos papéis, ler para a turma e explicar o porquê da afirmação que acabou de ler. Deve haver um secretário que regista as justificações para cada frase, para que no fim os alunos possam individualmente ou em grupo redigir um texto onde expressem a opinião da turma sobre as vantagens de viver na Europa. A questão de partida condiciona todo o trabalho posterior, é claro que também se pode questionar pela negativa.

11 – Construção de uma caderneta de cromos, com algumas figuras importantes da União Europeia, no passado e no presente. Esta caderneta pode ser dividida em secções, aparecendo por exemplo numa primeira parte as personalidades que representam os diferentes países membros, assim como os respectivos secretários gerais e presidentes das diferentes instituições; numa segunda parte surgem os “dinossauros da U.E.”, personalidades que já estão envolvidas na União há muitos anos; numa terceira parte surgem então as figuras importantes da actualidade social, cultural, desportiva,... dos países membros.

Os cromos são as fotografias das personalidades que os alunos vão retirar a revistas e outras publicações e que podem trocar entre si para construírem a sua caderneta.