ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Educação Básica

Coordenador Teresa Maria de Sousa Santos LeiteEquipa de coordenação

Duração: 
6 semestres letivos

Funcionamento:

- Aulas diurnas

- Pós-Laboral

Contacte-nos:
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (09-12-2013) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

As vantagens do nosso curso

  •  A Licenciatura em Educação apresenta uma estrutura curricular abrangente, possibilitando aos estudantes definirem uma parte do seu percurso formativo, ao oferecer um amplo leque de Unidades Curriculares (UC) eletivas e ao proporcionar o desenvolvimento de atividades em contextos de educação diversificados no âmbito das UC de Iniciação à Prática Profissional (IPP).
  •  O corpo docente do curso é constituído por docentes que revelam sólida formação científica e pedagógica.
  •  É feito um acompanhamento sistemático de apoio aos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes.
  •  A forte ligação ao contexto profissional, é conseguida através de estágios desenvolvidos ao longo do curso em contextos diversificados, nomeadamente, de Creche/Jardim de Infância, e 1º e 2º ciclo do Ensino Básico.
  • Possibilidade de frequentar o curso em horário pós-laboral.

Principais características

A Licenciatura em Educação Básica pertence ao 1º ciclo de estudos de Bolonha,  com um total de 180 ECTS.

Visa a formação de licenciados nas diversas áreas do saber, capacitando-os para a intervenção nos âmbitos da ação educativa, nomeadamente ATL, Ludotecas, Museus, Autarquias, Bibliotecas, Serviços de Pediatria, entre outros. 

Contempla uma formação abrangente e diversificada em diferentes domínios (conceptual, ideológico-ético, artístico, sociológico, psicológico, pedagógico, metodológico e experimental).

Esta licenciatura cumpre com o número de créditos exigido no Decreto-Lei 79/2014, permitindo a candidatura ao 2º ciclo de estudos no domínio da Educação pré-escolar e do Ensino do 1º e 2º ciclo do ensino básico.

Perfil de saída e objetivos da licenciatura

A licenciatura em EB pretende proporcionar uma formação em diferentes domínios – científico, artístico, técnico e pedagógico –, orientada em diferentes dimensões. Com uma formação inicial de natureza abrangente e diversificada, o(a) licenciado(a) em EB estará habilitado(a):

(i) a aceder ao ciclo de estudos seguinte, designadamente aos mestrados profissionalizantes ou outros mestrados e

(ii) a ingressar no mercado de trabalho para desenvolver funções de técnico/a de educação em contextos educativos diversos.

Assim, pretende-se que os/as licenciados/as em Educação Básica adquiram:

i) Uma formação cultural, social, científica e ética que permita a compreensão, análise e problematização da diversidade de contextos educativos formais e não formais.

ii) Uma formação científica, didática e pedagógica que possibilite o ingresso num segundo ciclo de estudos para acesso à docência.

iii) Conhecimentos e competências de resolução de problemas e de intervenção prática em situações educativas formais e não formais, nomeadamente através da conceção, desenvolvimento, avaliação e divulgação de projetos no âmbito da educação básica.

iv) Atitudes favoráveis à aprendizagem ao longo da vida, através da reflexão sobre a prática, da inserção em projetos de investigação e de inovação e da procura de formação contínua.

 

 

Estrutura do Curso

1º Ano

(1º e 2º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Artes Plásticas I Teresa Isabel Matos Pereira 1º Sem. 100 4
Conceitos e Processos em Ciencias Experimentais Maria João de Jesus Duarte Silva 1º Sem. 100 4
Escrita Académica em Português Maria Adriana Príncipe Cardoso 1º Sem. 150 6
Música I Mário José Oliveira Relvas de Assunção 1º Sem. 87,5 3,5
Perspetivas Integradas sobre a Realidade Social Laurence Vohlgemuth 1º Sem. 225 9
Teatro I Miguel Falcão 1º Sem. 87,5 3,5
Ciências Fisicas no Quotidiano Pedro Fernando Onofre Sarreira 2º Sem. 100 4
Educação Física I [saber mais *] A UC desenvolve-se disponibilizando um conjunto de teorias, conhecimentos e de experiências relativas aos conteúdos de desenvolvimento motor, aprendizagem motora, atividade física e metodologia das atividades físicas. Tem como objectivo final desenvolver nos estudantes a capacidade de estruturar e operacionalizar atividades de EF em contextos diversos.A forma como esta UC está organizada visa, por um lado, o domínio dos conhecimentos considerados indispensáveis e por outro, a aquisição de competências que habilitem o futuro profissional a conduzir e avaliar atividades de Educação Física. Carlos Miguel Nunes da Luz 2º Sem. 100 4
Fonologia e Morfologia do Português Susana Paula Gomes Costa Pereira 2º Sem. 125 5
Literatura para a Infância e a Juventude Maria da Encarnação dos Mártires Silva 2º Sem. 150 6

Números e Operações

Maria Graciosa Nunes Veloso 2º Sem. 187,5 7,5
Perspetivas e Contextos em Educação Mariana Conceição Dias 2º Sem. 87,5 3,5

2º Ano

(3º e 4º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Análise de Dados Ana Sofia Ferreira Caseiro 1º Sem. 137,5 5,5
Educação Física II Carla Cristina Santos Correia Rocha 1º Sem. 87,5 3,5

História e Geografia de Portugal I

Maria João Oliveira Antunes Barroso Hortas 1º Sem. 150 6

Introdução à Investigação em Situações Educativas

Carlos Augusto Pires 1º Sem. 137,5 5,5
Sintaxe e Semântica do Português Susana Paula Gomes Costa Pereira 1º Sem. 137,5 5,5
Teatro II Miguel Falcão 1º Sem. 100 4
Artes Plásticas II Teresa Isabel Matos Pereira 2º Sem. 87,5 3,5
Eletiva I 2º Sem. 75 3
Geometria Maria Cristina da Cunha Santos Loureiro 2º Sem. 187,5 7,5
Mundo Vivo Nuno Manuel Fialho Seabra e Melo 2º Sem. 175 7
Música II Paulo Jorge Ferreira Rodrigues 2º Sem. 100 4
Sociologia da Educação Mariana Conceição Dias 2º Sem. 125 5

3º Ano

Plano de estudos (publicação em Diário da Républica)
Retificação do plano de estudos

Acesso

Provas de Ingresso

Um dos seguintes conjuntos:

17 Mat. Apl. Ciências Soc.
18 Português
      ou
16 Matemática
18 Português
      ou
19 Matemática A
18 Português


Portaria n.º 91/2014, de 23 de abril - Determina a realização de provas obrigatórias para o ingresso na licenciatura em Educação Básica

Consulte mais informações na página da DGES para o Curso em regime diurno e regime pós-laboral

 

Funcionamento

Horário em tempo integral: Início do ano letivo em setembro

Horário em tempo parcial: Em cada ano letivo, os estudantes podem inscrever-se em Unidades Curriculares cujo total de créditos não ultrapasse os 30. (Artigo 2.º do Regulamento de Candidatura e Frequência de Unidade Curriculares Isoladas e de Estudantes em Regime de Tempo Parcial aprovados pelo (Despacho n.º 36/IPL/2009)

Avaliação

Regime de frequência e avaliação

As normas relativas a frequência, avaliação, creditação e classificação estão contidas no regime geral de avaliação e frequência, o qual é elaborado e aprovado em sede de Conselho Pedagógico (descarregar Regulamento Geral de Avaliação e Frequência e Regulamento para trabalhadores estudantes).

Creditação da formação anterior e experiência profissional


 Consultar o Regulamento de Creditação.

Avaliação

Consultar o Regulamento Geral de Avaliação e Frequência.

As unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame.

As unidades curriculares do domínio de iniciação à prática profissional e outras unidades curriculares de carácter prático reconhecido pelo Conselho Técnico-Científico só podem ser avaliadas através do regime de  avaliação contínua. A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do respetivo coordenador de UC.