ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Educação Básica

Candidaturas AbertasSaber mais
Coordenador Carla Cristina Santos Correia RochaEquipa de coordenação

Duração: 
6 semestres letivos

Funcionamento:

- Aulas diurnas, de segunda a sexta feira

- Pós-Laboral

Contacte-nos:

Carla Rocha (Coordenadora de Curso)
comissaoeb@eselx.ipl.pt

Serviços Académicos
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (09-12-2013) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

As vantagens do nosso curso

  •  A Licenciatura em Educação apresenta uma estrutura curricular abrangente, possibilitando aos estudantes definirem uma parte do seu percurso formativo, ao oferecer um amplo leque de Unidades Curriculares (UC) eletivas e ao proporcionar o desenvolvimento de atividades em contextos de educação diversificados no âmbito das UC de Iniciação à Prática Profissional (IPP).
  •  O corpo docente do curso é constituído por docentes que revelam sólida formação científica e pedagógica.
  •  É feito um acompanhamento sistemático de apoio aos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes.
  •  A forte ligação ao contexto profissional, é conseguida através de estágios desenvolvidos ao longo do curso em contextos diversificados, nomeadamente, de Creche/Jardim de Infância, e 1º e 2º ciclo do Ensino Básico.
  • Possibilidade de frequentar o curso em horário pós-laboral.

Principais características

A Licenciatura em Educação Básica pertence ao 1º ciclo de estudos de Bolonha,  com um total de 180 ECTS.

Visa a formação de licenciados nas diversas áreas do saber, capacitando-os para a intervenção nos âmbitos da ação educativa, nomeadamente ATL, Ludotecas, Museus, Autarquias, Bibliotecas, Serviços de Pediatria, entre outros. 

Contempla uma formação abrangente e diversificada em diferentes domínios (conceptual, ideológico-ético, artístico, sociológico, psicológico, pedagógico, metodológico e experimental).

Esta licenciatura cumpre com o número de créditos exigido no Decreto-Lei 79/2014, permitindo a candidatura ao 2º ciclo de estudos no domínio da Educação pré-escolar e do Ensino do 1º e 2º ciclo do ensino básico.

Perfil de saída e objetivos da licenciatura

A licenciatura em EB pretende proporcionar uma formação em diferentes domínios – científico, artístico, técnico e pedagógico –, orientada em diferentes dimensões. Com uma formação inicial de natureza abrangente e diversificada, o(a) licenciado(a) em EB estará habilitado(a):

(i) a aceder ao ciclo de estudos seguinte, designadamente aos mestrados profissionalizantes ou outros mestrados e

(ii) a ingressar no mercado de trabalho para desenvolver funções de técnico/a de educação em contextos educativos diversos.

Assim, pretende-se que os/as licenciados/as em Educação Básica adquiram:

i) Uma formação cultural, social, científica e ética que permita a compreensão, análise e problematização da diversidade de contextos educativos formais e não formais.

ii) Uma formação científica, didática e pedagógica que possibilite o ingresso num segundo ciclo de estudos para acesso à docência.

iii) Conhecimentos e competências de resolução de problemas e de intervenção prática em situações educativas formais e não formais, nomeadamente através da conceção, desenvolvimento, avaliação e divulgação de projetos no âmbito da educação básica.

iv) Atitudes favoráveis à aprendizagem ao longo da vida, através da reflexão sobre a prática, da inserção em projetos de investigação e de inovação e da procura de formação contínua.

 

 

Estrutura do Curso

1º Ano

(1º e 2º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Artes Plásticas I Teresa Isabel Matos Pereira 1º Sem. 100 4

Conceitos e Processos em Ciencias Experimentais

Maria João de Jesus Duarte Silva 1º Sem. 100 4

Escrita Académica em Português

Maria Adriana Príncipe Cardoso 1º Sem. 150 6
Música I Mário José Oliveira Relvas de Assunção 1º Sem. 87,5 3,5

Perspetivas Integradas sobre a Realidade Social

Laurence Vohlgemuth 1º Sem. 225 9

Teatro I

Miguel Falcão 1º Sem. 87,5 3,5
Ciências Fisicas no Quotidiano Pedro Fernando Onofre Sarreira 2º Sem. 100 4
Educação Física I [saber mais *] A UC desenvolve-se disponibilizando um conjunto de teorias, conhecimentos e de experiências relativas aos conteúdos de desenvolvimento motor, aprendizagem motora, atividade física e metodologia das atividades físicas. Tem como objectivo final desenvolver nos estudantes a capacidade de estruturar e operacionalizar atividades de EF em contextos diversos.A forma como esta UC está organizada visa, por um lado, o domínio dos conhecimentos considerados indispensáveis e por outro, a aquisição de competências que habilitem o futuro profissional a conduzir e avaliar atividades de Educação Física. Carlos Miguel Nunes da Luz 2º Sem. 100 4
Fonologia e Morfologia do Português Susana Paula Gomes Costa Pereira 2º Sem. 125 5

Literatura para a Infância e a Juventude

Maria da Encarnação dos Mártires Silva 2º Sem. 150 6

Números e Operações

Maria Graciosa Nunes Veloso 2º Sem. 187,5 7,5

Perspetivas e Contextos em Educação

Mariana Conceição Dias 2º Sem. 87,5 3,5

2º Ano

(3º e 4º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Análise de Dados Ana Sofia Ferreira Caseiro Rodrigues 1º Sem. 137,5 5,5

Educação Física II

Carla Cristina Santos Correia Rocha 1º Sem. 87,5 3,5

História e Geografia de Portugal I

Maria João Oliveira Antunes Barroso Hortas 1º Sem. 150 6

Introdução à Investigação em Situações Educativas

Carlos Augusto Pires 1º Sem. 137,5 5,5
Sintaxe e Semântica do Português Susana Paula Gomes Costa Pereira 1º Sem. 137,5 5,5
Teatro II Miguel Falcão 1º Sem. 100 4
Artes Plásticas II Teresa Isabel Matos Pereira 2º Sem. 87,5 3,5
Eletiva I 2º Sem. 75 3

Geometria

Maria Cristina da Cunha Santos Loureiro 2º Sem. 187,5 7,5
Mundo Vivo Nuno Manuel Fialho Seabra e Melo 2º Sem. 175 7
Música II Paulo Jorge Ferreira Rodrigues 2º Sem. 100 4

Sociologia da Educação

Mariana Conceição Dias 2º Sem. 125 5

3º Ano

(5º e 6º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos

Desenvolvimento da Linguagem

Otília da Encarnação Costa e Sousa 1º Sem. 112,5 4,5
Eletiva II 1º Sem. 75 3

História e Geografia de Portugal II

1º Sem. 150 6
Matemática e Cultura Margarida Maria Amaro Teixeira Rodrigues 1º Sem. 162,5 6,5

Pedagogia e Currículo

Teresa Maria de Sousa Santos Leite 1º Sem. 125 5

Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem

Maria Filomena Roxo Covas 1º Sem. 125 5

Didática da Lingua Portuguesa em Educação Básica

Carolina Maria Dias Gonçalves 2º Sem. 87,5 3,5
Didática da Matemática em Educação Básica Margarida Maria Amaro Teixeira Rodrigues 2º Sem. 87,5 3,5

Didática das Expressões Art. e da Edu. Física

Carla Cristina Santos Correia Rocha 2º Sem. 150 6

Didática do Estudo do Meio em Educação Básica

Bianor Antónia da Cruz Valente 2º Sem. 100 4
Eletiva III 2º Sem. 75 3

Intervenção em Situações Educativas

Teresa Maria de Sousa Santos Leite 2º Sem. 250 10

Plano de estudos (publicação em Diário da Républica)

Acesso

Provas de Ingresso

No ano letivo de 2017/18 a título excecional e transitório as provas de ingresso para este Curso serão:

18 Português
      e
Uma das seguintes provas:
02 Biologia e Geologia
06 Filosofia
07 Física e Química
09 Geografia
11 História
16 Matemática

OU

Um dos seguintes conjuntos:

17 Mat. Apl. Ciências Soc.
18 Português
      ou
16 Matemática
18 Português
      ou
19 Matemática A
18 Português

Deliberação nº 668/2017 de 13 de julho

 

Funcionamento

Horário em tempo integral: Início do ano letivo em setembro

Horário em tempo parcial: Em cada ano letivo, os estudantes podem inscrever-se em Unidades Curriculares cujo total de créditos não ultrapasse os 30. (Artigo 2.º do Regulamento de Candidatura e Frequência de Unidade Curriculares Isoladas e de Estudantes em Regime de Tempo Parcial aprovados pelo (Despacho n.º 36/IPL/2009)

Avaliação

Regime de frequência e avaliação

As normas relativas a frequência, avaliação, creditação e classificação estão contidas no regime geral de avaliação e frequência, o qual é elaborado e aprovado em sede de Conselho Pedagógico (descarregar Regulamento Geral de Avaliação e Frequência e Regulamento para trabalhadores estudantes).

Creditação da formação anterior e experiência profissional


 Consultar o Regulamento de Creditação.

Avaliação

Consultar o Regulamento Geral de Avaliação e Frequência.

As unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame.

As unidades curriculares do domínio de iniciação à prática profissional e outras unidades curriculares de carácter prático reconhecido pelo Conselho Técnico-Científico só podem ser avaliadas através do regime de  avaliação contínua. A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do respetivo coordenador de UC.

 

Candidaturas