ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Mediação Artística e Cultural

Coordenador Laurence VohlgemuthEquipa de coordenação

Contacte-nos:
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (24-06-2016) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

Objetivos e Organização Curricular

Perante as alterações do papel e do lugar dos artistas, das artes nas sociedades atuais, assim como das relações entre os públicos e as diversas manifestações artísticas, a criação deste curso de 1º ciclo de estudos na ESELx, visa responder à necessidade de novos profissionais para desenvolver uma nova função: a mediação artística e cultural.

A formação que se pretende é de “banda larga”, salvaguardando a possibilidade dos estudantes orientarem o seu percurso formativo para campos específicos através da frequência de unidades eletivas (18 créditos no total da licenciatura). Os estudantes terão oportunidade de aprofundar uma linguagem artística, sem, no entanto, serem privados das competências necessárias para integrar o mercado de trabalho em instituições diversas.

As artes ocupam um lugar de relevo no plano de estudos. Esta componente de formação, a realizar em cursos de licenciatura de formação artística noutras Escolas do IPL (ESD, ESML, ESTC), em conjunto com futuros artistas, proporciona aos estudantes um conhecimento aprofundado e vivido dos processos criativos.

A iniciação à intervenção profissional é o eixo agregador da formação, atravessa os 3 anos e os estágios serão realizados em contextos diversificados.

Competências a desenvolver

 

  • —Conhecer e compreender os públicos, os contextos e os equipamentos de produção e divulgação artísticas,
  • —Identificar redes de intervenientes e políticas na divulgação artística e cultural,
  • —Conhecer e compreender as diversas formas de intervenção artística,
  • —Conceber, implementar, gerir e avaliar um projeto em mediação artística e cultural,
  • —Comunicar de forma eficaz com os diferentes intervenientes do processo de mediação artística e cultural,
  • —Ser um profissional reflexivo.
     

Saídas Profissionais

A licenciatura em Mediação Artística e Cultural visa formar profissionais especializados na mediação entre agentes institucionais com poder de decisão e recursos financeiros, artistas e públicos.

Esta formação qualifica os seus diplomados para exercer funções em serviços culturais municipais, junto de companhias de espetáculos (dança, teatro, música, cruzamentos disciplinares, etc.), em museus, em empresas culturais públicas ou privadas, em escolas de artes, associações culturais, promotores de festivais, etc.

Acesso


Provas de Ingresso

São admitidos como candidatos os estudantes que satisfaçam, cumulativamente, as seguintes condições: 
- 12º ano completo
- Sucesso numa das seguintes provas:
Desenho
Filosofia
História
História da Cultura e das Artes
Português

Estrutura do Curso

1º Ano

(1º e 2º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Antropologia da cultura Cristina Cruz 1º Sem. 150 6
Comunicação Multimédia I Nuno Monge 1º Sem. 125 5
Língua Estrangeira I [saber mais] Francesa ou Inglesa Laurence Vohlgemuth 1º Sem. 75 3
Metodologia de projeto I Alfredo Gomes Dias 1º Sem. 125 5
Técnicas de expressão oral e escrita I Patricia Ferreira 1º Sem. 125 5
Teoria das Artes I José Regatão 1º Sem. 150 6

Eletiva

2º Sem. 375 15
Projeto de intervenção em mediação artística e cultural I Laurence Vohlgemuth 2º Sem. 375 15

2º Ano

3º Ano

Plano de estudos (publicação em Diário da Républica)
Retificação do plano de estudos

Intervenção profissional

1.º Ano
Estágio de observação (150h): participação e acompanhamento de processos criativos

2.º Ano
Estágio de observação (192,5): imersão em contexto profissional em equipamentos culturais

3.º Ano
Estágio de intervenção em mediação artística e cultural (390h)

Enquadramento

A licenciatura em Mediação Artística e Cultural enquadra-se na missão da ESELx, e nos seus objetivos de formação de professores e outros agentes educativos, artísticos e culturais.

A mediação artística e cultural surge como uma atividade profissional emergente decorrente das transformações sociais e políticas que colocam as artes e a cultura numa nova centralidade tanto social como económica. Por um lado, o acesso à cultura é hoje considerado fundamental para uma cidadania plena, por outro, a criação artística é vista como alavanca de desenvolvimento local, nesse sentido, impõe-se a mediação cultural como um modelo de intervenção que concilia duas lógicas (democratização/ democracia cultural), dando especial atenção à especificidade dos públicos e tendo objetivos de desenvolvimento da cidadania.

Parcerias

Unidades orgânicas do IPL, nomeadamente as escolas de formação artística, e a Escola Superior de Comunicação Social.

Para realização de estágios curriculares, contamos com a colaboração de centros culturais, museus, companhias de dança ou teatro, ateliers de artistas …