ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Educação Pré-Escolar

Coordenador Clarisse NunesEquipa de coordenação

Duração: 
três semestres letivos 

Funcionamento: 

  • De segunda a sexta-feira em horário laboral ou pós-Laboral.
  • Horário a tempo integral

Contacte-nos:
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (14-07-2015) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

As vantagens do nosso curso

Este ciclo de estudos:

  • dá continuidade à formação obtida na Licenciatura em Educação Básica.
  • confere habilitação profissional para a docência na Educação Pré-Escolar, nos termos previstos pelo Regime Jurídico da Habilitação Profissional para a Docência na Educação Pré-Escolar e nos Ensino Básico e Secundário (Decreto-Lei nº 79/2014, de 14 de maio).
  • prepara, ainda, para o desempenho de funções em outros contextos socioeducativos para a infância (autarquias, bibliotecas, ludotecas, bebétecas, hospitais, ATL, etc.).
  • possibilita uma qualificação sustentada por práticas profissionais supervisionadas em contextos de creche e jardim de infância, assumindo como referência o Perfil específico de desempenho profissional do educador de infância.

Conhecimentos e competências a desenvolver

O curso promove a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de competências nos domínios:

  • Da prática profissional: desempenho docente constante no Perfil Geral de Desempenho do/a educador/a e dos/as professores/as dos ensinos básicos e secundário e no Perfil específico de desempenho profissional do/a educador/a de infância (Decreto-Lei 241/2001, de 30 de agosto);
  • Das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar e das Orientações Educativas para a Creche, à escala nacional e internacional;
  • Da construção de um modelo pessoal de intervenção educativa refletido e fundamentado;
  • Da pedagogia da infância através da organização e funcionamento do ambiente educativo, propiciando propostas curriculares globalizantes e significativas para o grupo de crianças;
  • Das abordagens investigativas;
  • Do trabalho colaborativo com as equipas, crianças e suas famílias;
  • Do envolvimento com as famílias e preparação para a transição das crianças para o 1º ciclo do ensino básico.

Acesso ao curso

  • Podem candidatar-se ao mestrado quem cumulativamente apresente as seguintes condições:
    • Titular do grau de licenciatura em Educação Básica (n.º 2 do artigo 18.º do Decreto-Lei n.º 79/2014)
    • Aprovação na prova de língua portuguesa, realizada na ESELx ou noutra instituição (nº15 do artigo 7.º do Regulamento de Mestrados da ESELx).
  • Serão ainda consideradas as experiências profissionais ou de voluntariado, comprovadas, com crianças dos 0 aos 6 anos. 

Mais informações sobre acesso ao mestrado

Estrutura do Curso

1º Ano

2º Ano

(3º e 4º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Conhecimentos e Docência em Educação de Infância Carla Rocha 1º Sem. 75 3
Necessidades Educativas Esp. e Intervenção Precoce Marina Fuertes 1º Sem. 75 3
Opção 1º Sem. 75 3

Prática Profissional Supervisionada II

Dalila Lino 1º Sem. 525 21

Plano de estudos (publicação em Diário da República)

Avaliação

Regime de frequência e avaliação

As normas relativas a frequência, avaliação, creditação e classificação estão contidas no Regime de Avaliação e Frequência dos Cursos de 2º Ciclo, o qual é elaborado e aprovado em sede de Conselho Pedagógico ( Regulamento Geral dos Cursos de 2º Ciclo).

As unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame. 

As unidades curriculares de iniciação à prática profissional supervisionada, ou outras unidades curriculares de carácter prático definidas pelo Conselho Técnico-Científico como requerendo estatuto específico são necessariamente objeto de avaliação contínua, não podendo ser realizadas por exame.

A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do/a respetivo/a coordenador/a.

Creditação da formação anterior e experiência profissional

(ver também Regulamento de Creditação)

Os/as estudantes podem requerer a creditação de: 

  • unidades curriculares singulares para outras unidades curriculares e/ou domínios científicos; 
  • currículo académico global para unidades curriculares ou domínios científicos. 

Avaliação 

(ver também Regulamento de Avaliação

As unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame. 

As unidades curriculares do domínio de iniciação à prática profissional supervisionada, estágio, seminário ou outras unidades curriculares de carácter prático definidas pelo Conselho Técnico-Científico como requerendo estatuto específico são necessariamente objeto de avaliação contínua, não podendo ser realizadas por exame.

A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do/a respetivo/a coordenador/a.