ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico

Coordenador António José Correia de AlmeidaEquipa de coordenação

Duração: 
4 semestres letivos

Funcionamento: 
De segunda a sexta-feira (23h por semana em aulas e tutorias)
Trabalho autónomo — os alunos deverão prever tempos semanais para estudo, leituras e preparação da prática

Contacte-nos:
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (05-06-2015) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

As vantagens do nosso curso

O curso possibilitará uma qualificação para a docência 

  • sustentada por práticas de ensino supervisionadas em contextos educativos nos níveis de ensino para que habilita; 
  • assumindo como referência os perfis de desempenho docente e os planos curriculares da educação básica. 

Principais características 

Formar professores profissionalizados para o Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e em Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico, de acordo com o Dec. Lei. nº 79/2014 de 14 de maio (mestrados profissionalizantes)

Competências a desenvolver 

No final do curso os estudantes deverão ser capazes de:

  • adaptar o seu desempenho profissional às mudanças decorrentes de transformações emergentes na sociedade, na escola e no papel do professor;
  • aplicar o Currículo Nacional em sintonia com as Metas definidas pelo Ministério de Educação e Ciência;
  • conceber, desenvolver e avaliar projetos curriculares contextualizados; 
  • conhecer e participar ativamente nos órgãos de decisão da escola;
  • integrar equipas numa perspetiva de trabalho cooperativo/colaborativo; 
  • adoptar capacidades e atitudes investigativas numa perspetiva de desenvolvimento profissional ao longo da vida.

Acesso

Critérios de seleção 

Podem candidatar-se ao presente ciclo de estudos os candidatos que cumulativamente apresentem as seguintes condições:

a) de acordo com a alínea a) do n.º 3 do artigo 18.º do Decreto-Lei n.º79/2014, de 14 de maio, sejam titulares de:
(1) Licenciatura em Educação Básica (nº2 do mesmo artigo);
(2) grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado, de acordo com os princípios do Processo de Bolonha, por um estado aderente a este Processo, nas áreas científicas decorrentes da designação do curso ou outra afim;
(3) grau académico superior estrangeiro na área do 1º e do 2º Ciclo do Ensino Básico;

b) de acordo com os nº 1 e 2 do art. 17º do DL 79/2014, obtenham aprovação na prova de língua portuguesa. A Prova de Língua Portuguesa é realizada por candidatos/as que tenham o português como língua materna (variedade do português europeu e português do Brasil). Os restantes candidatos devem apresentar um diploma obtido num Centro de Avaliação de Português Língua Estrangeira (CAPLE). A certificação apresentada deve corresponder ao nível C2 do Quadro Europeu Comum de Referência.

Prova de Língua Portuguesa - 2018/19

Consulte todas as informações

Critérios de seriação  (2018/19)

(Consultar)

(exemplificação)

Funcionamento

Horário em tempo integral

  • Prática de ensino supervisionada — horário DIURNO das escolas do Ensino Básico com as quais foram estabelecidos protocolos e de acordo com as disponibilidades dos respetivos professores cooperantes; 
  • Restantes aulas — de segunda a sexta-feira (23h por semana em aulas e tutorias);
  • trabalho autonomo- os estudantes deverão prever tempos semanais para trabalho autonomo no contexto das diversas UC e da prática de ensino.

Horário em tempo parcial 

Em cada ano lectivo os estudantes podem inscrever-se em Unidades Curriculares cujo total de créditos não ultrapasse os 30. (Artigo 2.º do Regulamento de Candidatura e Frequência de Unidade Curriculares Isoladas e de Estudantes em Regime de Tempo Parcial aprovados pelo Despacho n.º 36/IPL/2009).

Estrutura do Curso

1º Ano

(1º e 2º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos
Didática da Matemática no 1.º e no 2.º CEB Margarida Maria Amaro Teixeira Rodrigues Anual 54 6

Didática das Ciências da Natureza no 1.º e no 2.º CEB

António José Correia de Almeida Anual 54 6

Álgebra e Geometria

Maria Cristina da Cunha Santos Loureiro Semestral 40,5 4,5

Artes e Educação Física

Carla Cristina Santos Correia Rocha Semestral 36 4

Ciências da Vida

Nuno Manuel Fialho Seabra e Melo Semestral 40,5 4,5

Desenvolvimento Curricular e Educação Inclusiva

Maria da Conceição Figueira Santos Pereira Semestral 45 5

Didática da História e Geografia no 1.º Ciclo do EB

Maria João Oliveira Antunes Barroso Hortas Semestral 31,5 3,5
Didática das áreas de Educação Artística e Educação Física Carlos Miguel Nunes da Luz Semestral 72 8
Didática do Português no 1.º Ciclo EB Carolina Maria Dias Gonçalves Semestral 31,5 3,5
Políticas Educativas e Organização Escolar Carlos Augusto Pires Semestral 22,5 2,5

Prática de Ensino Supervisionada I

Maria da Conceição Figueira Santos Pereira Semestral 162,5 10

Psicologia da Educação

Maria Filomena Roxo Covas Semestral 22,5 2,5

2º Ano

(3º e 4º Semestres) Coordenador Tipo Horas Créditos

Prática de Ensino Supervisionada II

Maria da Conceição Figueira Santos Pereira Anual 437,5 35

Ciências da Terra

António José Correia de Almeida Semestral 36 4
Eletiva I Semestral 27 3
Eletiva II Semestral 27 3

Formação de Leitores

Maria da Encarnação dos Mártires Silva Semestral 36 4

Medida e Número

Maria Graciosa Nunes Veloso Semestral 36 4

Metodologias de Investigação em Práticas Educativas

Teresa Maria de Sousa Santos Leite Semestral 27 3
Temas de História e Geografia de Portugal Nuno Alexandre Martins Ferreira Semestral 36 4

Plano de estudos (publicação em Diário da Républica)

Avaliação

Regime de frequência e avaliação

As normas relativas a frequência, avaliação, creditação e classificação estão contidas no Regime de Avaliação e Frequência dos Cursos de 2º Ciclo, o qual é elaborado e aprovado em sede de Conselho Pedagógico (Anexo III do Regulamento Geral dos Cursos de 2º Ciclo).

Creditação da formação anterior e experiência profissional 

(Consultar Regulamento de Creditação

Os mestrandos podem requerer a creditação de: 

  • unidades curriculares singulares para outras unidades curriculares e/ou domínios científicos; 
  • currículo académico global para unidades curriculares ou domínios científicos. 

Avaliação 

(Consultar Regulamento de Avaliação)

A unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame.

As unidades curriculares do domínio de iniciação à prática profissional, estágio, seminário ou outras unidades curriculares de carácter prático definidas pelo Conselho Técnico-Científico como requerendo estatuto específico são necessariamente objeto de avaliação contínua, não podendo ser realizadas por exame.

A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do respetivo coordenador.

Perguntas Mais Frequentes

1. Tenho uma licenciatura em Educação de Infância ou em professor do 1º Ciclo. Posso candidatar-me?
R: 
Não. Para tal tem que completar o nº de créditos nas dimensões previstas no Decreto‑Lei n.º 43/2007.

2. Tenho um curso superior feito no estrangeiro. Posso candidatar-me? 
R:
 Sim, mas o curso tem que ser reconhecido pelo Conselho Técnico-Científico da ESELx de acordo com a legislação em vigor: “Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre os titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos” (alínea c) do n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 74/2006).

3. Posso candidatar-me ao mestrado sem ter um grau académico de licenciatura? 
R:
 Sim, desde que reúna as condições definidas pelo Conselho Técnico-Científico da ESELx de acordo com a legislação em vigor: “podem candidatar-se os candidatos detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos” (alínea d) do nº 1 do artigo 17º do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março). A análise do Currículo Vitae dos candidatos terá como referência os indicadores do nível 6 do Quadro Europeu de Qualificações (QEQ) e terá que ser aprovada pelo CTC:
http://ec.europa.eu/education/lifelong-learning-policy/doc44_en.htm

4. Fiz vários cursos acreditados de formação contínua de professores. Terei créditos para entrar?
R:
 Não. Os créditos requeridos no acesso só podem ser obtidos em cursos ou disciplinas do Ensino Superior. Ou seja, só podem candidatar-se aqueles que "tenham obtido, quer no quadro da habilitação académica a que se refere a alínea anterior [nota: licenciatura], quer em outros ciclos de estudos do ensino superior, de acordo com o nº 3 do Artigo 11º do Decreto-Lei n.º 43/2007, de 22 de Fevereiro. Os créditos obtidos em sede de formação profissional poderão servir para fundamentar os pedidos de creditação em unidades curriculares do Mestrado que os alunos eventualmente venham a solicitar.

Candidaturas 2018/2019

2.ª Fase de Candidatura

23 de julho a 7 de setembro de 2018

Lista de Seriação dos Candidatos - 2.ª Fase de Candidaturas

Consulte aqui

Matrícula/Inscrição dos Candidatos colocados - 2.ª Fase de Candidaturas

de 20 a 28 de setembro

 

1.ª Fase de Candidatura

de 2 a 16 de julho de 2018

Consulte aqui o calendário

Lista de Seriação dos Candidatos - 1.ª Fase de Candidaturas

Consulte aqui

Matrícula/Inscrição dos Candidatos colocados - 1.ª Fase de Candidaturas

Consulte aqui as datas das matrículas/inscrições

Lista de Candidatos

Consulte aqui a lista de candidatos

Edital de abertura

Descarregar o EDITAL de abertura do concurso

Vagas

35 vagas

Calendário

Consulte aqui

Formalização da candidatura

A candidatura só poderá ser realizada online através do link: https://portal.ipl.pt/eselx-cssnet/page

Os candidatos que não entreguem toda a documentação exigida serão automaticamente excluídos e não serão restituídos do valor pago pela candidatura.

As candidaturas só serão validadas após o pagamento da taxa de candidatura (51,25 €). Este pagamento deverá ser feito com a referência multibanco que será disponibilizada no decorrer da candidatura.

Documentos

Na realização da candidatura online deverá anexar os seguintes documentos:

  • Fotocópia do nº de contribuinte e BI/cartão de cidadão;
  • Formulário de candidatura para o Mestrado em Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico;
  • diplomas comprovativos das habilitações académicas e profissionais ou respetivas cópias autenticadas, indicando as classificações obtidas (se ficar colocado/a, no momento da matrícula deverá apresentar os documentos originais para serem autenticadas as cópias);
  • diplomas/certificados comprovativos das experiências académicas e profissionais com indicação do respetivo número de horas (se ficar colocado/a, no momento da matrícula deverá apresentar os documentos originais para serem autenticadas as cópias).

Propinas 

A frequência do curso em tempo integral para o ano letivo de 2018/2019 está sujeita ao pagamento da propina anual no valor de 1063,47 € (este valor corresponde ao que foi aplicado no ano letivo de 2017/18. Irá ser atualizado para 2018/19).

Redução de Propina
A propina tem uma redução de 50% para alunos ligados à ESELx através de protocolos institucionais (cooperantes, formadores, colaboradores em projetos de investigação), de acordo com o Despacho N.º 1/PRES/2018.

E-mail de contato: s.academicos@eselx.ipl.pt