ESELx

Instituto Politécnico de Lisboa

Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico

Coordenador António AlmeidaEquipa de coordenação

Duração: 
4 semestres letivos

Funcionamento: 
De segunda a sexta-feira (23h por semana em aulas e tutorias)
Trabalho autónomo — os alunos deverão prever tempos semanais para estudo, leituras e preparação da prática

Contacte-nos:
s.academicos@eselx.ipl.pt

Curso acreditado (05-06-2015) pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

As vantagens do nosso curso

O curso possibilitará uma qualificação para a docência 

  • sustentada por práticas de ensino supervisionadas em contextos educativos nos níveis de ensino para que habilita; 
  • assumindo como referência os perfis de desempenho docente e os planos curriculares da educação básica. 

Principais características 

Formar professores profissionalizados para o Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e em Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico, de acordo com o Dec. Lei. nº 79/2014 de 14 de maio (mestrados profissionalizantes)

Competências a desenvolver 

No final do curso os estudantes deverão ser capazes de:

  • adaptar o seu desempenho profissional às mudanças decorrentes de transformações emergentes na sociedade, na escola e no papel do professor;
  • aplicar o Currículo Nacional em sintonia com as Metas definidas pelo Ministério de Educação e Ciência;
  • conceber, desenvolver e avaliar projetos curriculares contextualizados; 
  • conhecer e participar ativamente nos órgãos de decisão da escola;
  • integrar equipas numa perspetiva de trabalho cooperativo/colaborativo; 
  • adoptar capacidades e atitudes investigativas numa perspetiva de desenvolvimento profissional ao longo da vida.

Acesso

Podem candidatar-se ao mestrado quem cumulativamente apresente as seguintes condições:
• Titular do grau de licenciatura em Educação Básica (n.º 2 do artigo 18.º do Decreto-Lei n.º 79/2014)
• Aprovação na prova de língua portuguesa, realizada na ESELx ou noutra instituição (nº15 do artigo 7.º do Regulamento de Mestrados da ESELx).

Mais informações sobre acesso ao mestrado

Funcionamento

Horário em tempo integral

  • Prática de ensino supervisionada — horário DIURNO das escolas do Ensino Básico com as quais foram estabelecidos protocolos e de acordo com as disponibilidades dos respetivos professores cooperantes; 
  • Restantes aulas — de segunda a sexta-feira (23h por semana em aulas e tutorias);
  • trabalho autonomo- os estudantes deverão prever tempos semanais para trabalho autonomo no contexto das diversas UC e da prática de ensino.

Horário em tempo parcial 

Em cada ano lectivo os estudantes podem inscrever-se em Unidades Curriculares cujo total de créditos não ultrapasse os 30. (Artigo 2.º do Regulamento de Candidatura e Frequência de Unidade Curriculares Isoladas e de Estudantes em Regime de Tempo Parcial aprovados pelo Despacho n.º 36/IPL/2009).

Estrutura do Curso

1º Ano

2º Ano

Plano de estudos (publicação em Diário da Républica)

Avaliação

Regime de frequência e avaliação

As normas relativas a frequência, avaliação, creditação e classificação estão contidas no Regime de Avaliação e Frequência dos Cursos de 2º Ciclo, o qual é elaborado e aprovado em sede de Conselho Pedagógico ( Regulamento Geral dos Cursos de 2º Ciclo).

Creditação da formação anterior e experiência profissional 

(Consultar Regulamento de Creditação

Os mestrandos podem requerer a creditação de: 

  • unidades curriculares singulares para outras unidades curriculares e/ou domínios científicos; 
  • currículo académico global para unidades curriculares ou domínios científicos. 

Avaliação 

(Consultar Regulamento de Avaliação)

A unidades curriculares são objeto de avaliação, podendo esta assumir os seguintes regimes: avaliação contínua e avaliação por exame.

As unidades curriculares do domínio de iniciação à prática profissional, estágio, seminário ou outras unidades curriculares de carácter prático definidas pelo Conselho Técnico-Científico como requerendo estatuto específico são necessariamente objeto de avaliação contínua, não podendo ser realizadas por exame.

A definição dos critérios e processos de avaliação relativos a cada unidade curricular são da competência do respetivo coordenador.